Quarta, 04 de Agosto de 2021 07:15
83 986952059
Galeria de fotos 93 fotos

Fagundes de outrora

19/04/2021 16h11
445
Por: Edimilson Camilo

Fagundes é um município brasileiro localizado na Região Metropolitana de Campina Grandeestado da Paraíba. Sua população em 2011 foi estimada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 11.368 habitantes,[4] distribuídos em 162 km² de área.Se destaca por seu ponto turístico a Pedra de Santo Antônio que recebe turistas de Partes do Brasil e até mesmo do mundo.

Localização

Cidade localizada no Planalto da Borborema na Serra do Bodopitá, no agreste paraibano foi inicialmente povoada pelos indíos Cariris, tendo sido doada através de sesmarias a Teodosio de Oliveira Ledo. Fagundes teve outros nomes antes do atual, Brejo de Canas Bravas e Brejo de Fagundes.

Fagundes no século XIX, foi palco de dois movimento populares da paraíba e do nordeste foi onde ocorreu o início da "Revolta do Quebra-Quilos" e o "Ronco da Abelha". Hoje, Fagundes está na segunda emancipação política tendo a primeira ocorrido entre 1890 - 1892, por não contar com 10 mil habitantes voltou a condição de distrito de Campina Grande, e finalmente conseguiu ser cidade novamente através da Lei 2.661 de 22 de dezembro de 1961.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano de 2009 sua população era estimada em 12.183 habitantes. Área territorial de 162 km². Seu principal ponto turístico é a Pedra de Santo Antônio, localizada na Serra do Bodopitá. A Pedra recebe milhares de turistas e romeiros durante o ano todo, principalmente no mês de Junho, o nome Pedra de Santo Antônio é dado devido a uma lenda local. O padroeiro da cidade é São João Batista,e também realiza-se festa para São Sebastião, por isso Fagundes e chamada de a Cidade da Fé.

História

Segundo Irineu Joffily a história de Fagundes começa antes da história de Campina Grande. Esse historiador afirma que quando Teodósio de Oliveira Ledo, aldeou na grande campina, e os padres da Companhia de Jesus já se haviam retirado da Serra do Bodopitá [1] lugar onde se localiza a cidade de Fagundes. A Companhia de Jesus tentara em vão catequizar os índios Cariris que ali viviam e se alimentavam da caça e ensiná-los a prática da agricultura, mas sem muito sucesso.

Com o abandono da aldeia pelos jesuítas, Teodósio requereu ao governo da Capitania, em 1702, terras devolutas na parte mais fértil da Serra do Bodopitá, onde hoje se localiza a cidade.

Em seu requerimento ao governo da Capitania da Parahyba, Teodósio de Oliveira Ledo alegava que:

“tinha descoberto com grande trabalho e despesa de sua fazenda na serra chamada Bodopitá um brejo de canas bravas e matas que nela há um olho d’água… e nesses brejos e matas que nela há lhe parecem capazes de produzir roças e outros legumes necessários para a conservação com mais cômodo, não só da guerra contra os Tapuias, mas também dos moradores do dito sertão, que mais facilidade as poderão povoar e assistir nelas; por isso requeria a mercê de quatro léguas de comprimento e uma de largura no dito brejo e olho d’água das canas bravas na serra de Bodopitá, tomada de norte a sul” (grifos da autor). JOFFILY, Irinêo. Sinopse das Sesmarias, (p. 14)

A sesmarias foi concedida a Teodósio de Oliveira Ledo, com seu comprimento reduzido para três léguas, segundo a Carta Régia de 7 de dezembro de 1698; a redução foi para evitar o abuso das doações extensas sem aproveitamento pelos sesmeiros.

Conforme pesquisas o nome Fagundes, provém de origem portuguesa, a quem conteste essa versão, mas o certo é que esse nome começa a aparecer antes de 1740, pois nesse ano, em requerimento de sesmarias, fez a ele referência o peticionário. Daí por diante vem sempre com a designação de Brejo de Fagundes, que antes se chamava Brejo de Canas Bravas.

Na segunda metade do século XIX, Fagundes esteve em evidência na vida da Paraíba e no Brasil, sendo foco de dois movimentos populares considerados subversivos, ambos em revolta a medidas decretadas pelo Governo Imperial do Brasil: “Ronco da Abelha” (1852) e “Quebra – Quilos” (1874). E nos anos 80, do século XX, houve outro levante popular que ficou conhecido como Revolta do “Quebra-Canos”. Fonte: DANTAS, João Andrei, Fagundes: dos levantes populares a pedra de Santo Antônio, 2004, UFCG.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fagundes - PB
Atualizado às 07h08 - Fonte: Climatempo
20°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 29°

20° Sensação
13 km/h Vento
88% Umidade do ar
90% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (05/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 28°

Sol e Chuva
Sexta (06/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol e Chuva
Ele1 - Criar site de notícias